Empresas de web design: o trigo e o joio

Crossroad

As empresas de webdesign hoje em dia surgem por todo o lado que nem pãozinhos quentes.

A internet  está presente em todas as nossas actividades do dia-a-dia e é uma ferramenta inegável para o aumento do seu negócio. Em resposta a esta necessidade surgiram várias empresas e freelancers ansiosos de oferecer os seus serviços. A oferta é variada e dúvidas podem surgir: quem não conhece a actividade pode ficar intimidado pelo desconhecido e não fazer a melhor opção. E muitas vezes os problemas só surgem depois de já ter investido algum dinheiro.

Então quais são os principais problemas que podem surgir ao escolher uma empresa de webdesign?

“Conheço um freelancer/um sobrinho/um informático que me vai fazer o site”.
O desenvolvimento de linguagens web cresceu muito nos últimos quatro, cinco anos. Qualquer profissional que se dedique a esta área tem de ter um esforço em manter-se permanentemente actualizado com os últimos desenvolvimentos. Um profissional que há cinco anos atrás fazia websites em flash, por exemplo, deverá ter adquirido novas competências, senão os seus websites já não serão compatíveis com a maior parte das plataformas.

Para além de que as competências necessárias para fazer um website com qualidade diversificaram-se em várias especializações: um designer dificilmente terá as competências técnicas e informáticas necessárias para construir um website, ao passo que um informático nunca poderá dar um aspecto visual profissional ao seu website. É possível que um único profissional acumule estas duas vertentes, mas é muito raro – normalmente uma das vertentes irá falhar.

“Tinha um freelancer a fazer o website mas entretanto desapareceu e não terminou o trabalho/ficou com os códigos de acesso, etc.”
Esta é a queixa mais comum. A esmagadora maioria dos freelancers trabalham como freelancers enquanto não conseguem arranjar um emprego satisfatório. Quando isso acontece, devido às novas exigências da sua actividade profissional numa nova empresa, deixam de ter tempo para a gestão das suas anteriores responsabilidades. E o cliente anterior é muitas vezes abandonado numa situação complicada. Contratar os serviços de uma empresa é muito mais seguro.

“A empresa de webdesign está-me sempre a pedir mais dinheiro”
Esta á a altura em que se lembra de todas as alíneas da proposta que lhe foi enviada pela empresa. Antes de adjudicar um serviço peça por escrito uma proposta que exemplifique todo o serviço que é suposto ser-lhe proposto: fases de execução, funcionalidades que o website irá ter, número de propostas de design, serviços adicionais de manutenção, etc. Leia tudo e se achar que algo não está explícito, pergunte. As vezes que forem precisas.

Não se baseie apenas no website da própria empresa: é o seu trabalho, por isso poderão ter um fantástico website. Analise o portfólio: veja os websites que a empresa já fez, veja se ainda estão online e se não apresentam problemas. Veja um dos clientes e telefone a pedir referências. Tudo para que se sinta mais seguro ao adquirir este serviço. E para que em breve tenha um website para a sua marca de que se possa orgulhar.

Cristina Dias
Business Development @ Selmax

Comments ( 0 )

    Leave A Comment

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    Peça uma cotação