Category: Digital Marketing

O que o Google AdWords pode fazer pelo seu negócio

google-adwords-logo-verticalNa era digital, o marketing online é um dos caminhos certos para aumentar as suas vendas. E o Google AdWords pode fornecer uma ajuda preciosa.

Neste momento, existem milhares de páginas de empresas online que podem oferecer serviços semelhantes ao seu. E o seu próximo cliente, quando procura pelo seu serviço, o primeiro sítio onde irá procurar será certamente o Google.

Mas os resultados de pesquisa apresentam nos primeiros lugares as empresas que investiram mais tempo e dinheiro na sua presença online, no website, no SEO. Uma série de práticas que muitas vezes não estão ao alcance das pequenas e médias empresas, seja por impossibilidade financeira, seja por desconhecimento das ferramentas web disponíveis.

Mas com o Google AdWords pode contornar a presença destas empresas. Ao criar um anúncio que delimite especificamente o seu produto ou serviço, e circunscrito à sua zona geográfica, pode ter mais hipóteses de aparecer nas pesquisas dos clientes mais próximos de si.

Para além das vantagens de conseguir adequar os seus anúncios por palavras chave e geograficamente, o Google AdWords também lhe fornece relatórios com informações valiosas para o seu negócio. As palavras-chave que receberem mais clicks poderão indicar que tipo de serviço ou produto deverá destacar mais nos próximos meses da sua actividade comercial.

E com a vantagem que apenas gasta o que considera necessário. Um euro por dia, ou cem euros: poderá adequar o budget dos seus anúncios às suas possibilidades actuais ou investir mais quando pretender lançar um novo artigo ou abrir uma nova loja. E pode gerir várias campanhas ao mesmo tempo, consoante a estratégia comercial que definiu para a sua empresa.

O Google AdWords é apenas mais uma ferramenta das muitas que existem hoje em dia para melhorar o seu posicionamento web e para chegar mais facilmente ao seu próximo cliente. Apesar de ser simples e intuitiva de usar, existem variáveis que podem ser optimizadas com uma análise cuidada e com uma estratégia previamente definida. Se tem dúvidas por onde há-de começar a Selmax pode ajudar: contacte-nos.

Cristina Dias

Business Development @ Selmax

Novo Website Selmax

Novo website SelmaxA Selmax no início do mês colocou online o seu novo website: uma plataforma mais moderna, com a informação que consideramos mais relevante para os nossos clientes e com um sistema de portfólio mais moderno e interactivo, de forma a que se consiga ver rapidamente e de forma intuitiva o trabalho que elaboramos para as empresas nossas clientes, em Portugal e Moçambique.

Design e Conteúdo: pode um viver sem o outro?

Web site seo analytics charts on screen of PC

O debate clássico da forma\substância ganha corpo evidente na Web com a dinâmica design\ conteúdos. Se tradicionalmente, nos habituámos a entender o design como uma plataforma de conteúdos, assumindo um processo de montagem que partia claramente destes para aquele, chegou a hora de assumirmos que a tradição já não é o que era.

Este processo rígido, em que o desenho procede o conteúdo não encontra eco no universo web atual. Vejamos que hoje, ao falarmos desta questão, será imprudente não os colocar numa relação dinâmica ao invés de uma linha de montagem. O movimento de buscas e leituras Web, reforçado por uma cultura do fragmento e informação distribuída, exige que o Design esteja pronto para ser elástico e flexível, que participe no conceito do conteúdo, e que principalmente seja eficiente na percepção imediata do mesmo. O Design é também Conteúdo, a relação é naturalmente dinâmica. Num universo de marketing digital reconhecemos esta simbiose, por exemplo, através da marca ou logotipo. A marca adquire a sua dimensão total na imagem designada de um conceito. Por estas e outras questões consideramos este debate dos mais pertinentes na prática do design e produção de conteúdos.

Rita Bernardes
Copywriter/ Brand Developer @ Selmax

Selmax, Clubster e CCMP – serviço de newsletter

CCMP serviço de newsletter

A Selmax orgulha-se de apresentar um novo projecto de marketing e comunicação digital, desenvolvido para a Càmara de Comércio Moçambique-Portugal (CCMP), em colaboração com os seus parceiros de negócio em Moçambique.

A prioridade da CCMP em 2015 é a melhoria da comunicação com os seus associados e o tecido empresarial em Moçambique e Portugal. A solução desenhada pela Selmax e pela Clubster Consulting permitirá à CCMP fazer o outsourcing da produção e gestão de conteúdos no seu website e newsletter, assim como em outros instrumentos de comunicação.

O sistema de newsletter integrado no website e com as redes sociais, permite divulgar notícias, relatórios e outras informações de forma directa e instantânea aos seus associados e demais comunidade empresarial.

Para que a CCMP esteja sempre mais próxima dos seus associados.

Cristina Dias
Business Development @ Selmax

http://clubster.co.mz/consulting
http://ccmp.org.mz

Definir uma estratégia de Content Marketing consistente

Leadership And Learning

Não existe uma receita instantânea para marketing de sucesso. Uma acção única e isolada não irá garantir seguidores da sua marca apenas por si só e o mais certo é que acções dispersas de marketing se tornem custos sem retorno adequado, sem tradução imediata na criação de novos clientes.
As estratégias de marketing têm de ser definidas de forma estruturada e calendarizada, criar ritmos de trabalho e rotinas de comunicação. De forma a enquadrarem-se na estrutura de trabalho da sua empresa e a criarem a expectativa e a confiança do retorno no seu universo de clientes.
No marketing online passa-se o mesmo, mas de forma mais urgente. A informação na internet cresce exponencialmente a cada dia que passa, os seus clientes têm um acesso privilegiado a qualquer um dos seus concorrentes, estejam eles onde estiverem. Têm de existir um esforço constante em manter o destaque da sua empresa.
E não existem soluções fáceis e rápidas. Uma reestruturação do seu website consoante as últimas regras do SEO não lhe irá garantir uma posição de destaque permanente nos motores de busca, envios esporádicos de campanhas publicitárias por email não se irão destacar so spam diário que inunda as caixas de email.
É necessário criar uma presença, informação relevante para as necessidades dos seus clientes. Por content marketing entende-se a divulgação regular de informação de forma a criar uma ligação relevante para o seu mercado, não necessariamente de forma publicitária. Pode ser texto, videos, infográficos, entrevistas – desde que se relacione com a sua área de negócio e que seja informação que possa ser útil para o seu receptor.
Estas actividades têm de criar uma expectativa de regularidade no seu cliente. Escrever uma notícia por semana e publicá-la no seu website, partilhá-la nas redes sociais. Enviar uma newsletter por mês. Uma campanha de email marketing de dois em dois meses. Infográficos, entrevistas. Material informativo enviada de forma regular de forma a colocar a sua empresa como um nome relevante na sua área de mercado, com provas dadas de conhecimento e experiência.
Estas actividades usarão algumas horas de trabalho da sua empresa, irão requerer uma rotina que não deverá falhar, esforço de pesquisa e de criação de conteúdo. E os resultados não aparecerão de um dia para o outro. Mas crescerão exponencialmente ao longo dos meses. E subitamente ficará surpreendido ao dar-se conta de que clientes entrarão em contacto consigo em resposta à sua newsletter, farão share dos seus conteúdos nas redes sociais, falarão da sua marca. E o retorno começará a ser muito superior ao esforço investido.
Cristina Dias
Business Development @ Selmax

Como usar o LinkedIn para o desenvolvimento do seu negócio

Como usar o LinkedIn para o desenvolvimento do seu negócio

O LinkedIn é a rede social de eleição para os profissionais de todo o mundo. Tem mais de 260 milhões de utilizadores e 3 milhões de empresas registadas. 40% dos utilizadores acedem à página diariamente. Com a sua cobertura abrangente e alto nível de ligação aos utilizadores, o LinkedIn torna-se uma ferramenta inestimável para o desenvolvimento de qualquer negócio.
  1. Pode procurar os seus futuros clientes
    O LinkedIn permite-lhe conectar-se às empresas com as quais deseja trabalhar. Se essa empresa tiver uma página, pode segui-la para estar a par de notícias importantes que possam divulgar e que lhe podem dar informações importantes sobre a sua próxima venda.
  2. Novos contactos nos grupos do LinkedIn
    Pode juntar-se a grupos para conhecer melhor as necessidades dos seus clientes. Nesses grupos pode aproveitar também para divulgar conteúdo relevante, de forma a apresentar a  sua marca como uma líder na sua área de negócio. E, ao partilhar grupos com alguém que não seja da sua lista de contactos, consegue ter acesso ao envio de mensagens privadas.
  3. Aproveite o Advanced Search
    Pode filtrar os seus contactos por área de negócio, localização geográfica, função. Consegue assim chegar rapidamente aos contactos que lhe interessam e que podem representar possíveis futuros clientes.
  4. Adicione publicações e documentos ao seu perfil
    Que irá apresentar a sua marca como mais credível e especialista na sua área de negócio.
  5. Invista no LinkedIn Advertising
    Pode fazer divulgação de qualquer informação que considere de valor para os seus clientes. Pode fazer uma triagem do público alvo que deseja atingir com a sua mensagem. Isso irá garantir que quem clicar na sua mensagem são aqueles que mais se enquadram no seu público alvo.
  6. Aproveite todo o potencial das recomendações
    A credibilidade é um factor chave para fechar o seu próximo negócio. Incentive os seus contactos e anteriores clientes a deixarem uma recomendação na sua página. Referências enriquecerão o seu perfil e irão trazer mais valias à impressão que qualquer visitante tenha da sua marca.
  7. Use o bom senso
    E moderação. Não abuse de notícias que não tenham um interesse imediato, não divulgue publicidade directa, não coloque spam – sob pena de ser oculto pelas pessoas que pretende atingir. Seja prestável e útil: e o interesse na sua marca irá certamente crescer.
O LinkedIn é uma ferramenta poderosa no seu processo de angariação de vendas. Apenas alguns minutos bastam para desenvolver a imagem da sua marca nesta plataforma. E ficará mais próximo do seu próximo cliente.
Cristina Dias
Business Development @ Selmax

Quanto custa um website em 2014?

Quanto custa um website em 2014

É um dado adquirido: uma empresa que se queira manter credível e competitiva tem de ter uma imagem web actualizada e funcional. É uma questão que qualquer director hoje se coloca. Mas por onde começar? E mais importante: como escolher?

Uma pequena/ média empresa decide fazer um website para divulgar a sua marca e solicita orçamentos a várias empresas. E é aí onde tudo se complica. Para as mesmas especificações e solicitações, uma empresa pode receber orçamentos tão díspares que se torna confuso perceber o que ao certo está a adquirir. Os valores apresentados por empresas de webdesign para um website institucional simples pode ir dos 700 euros aos 10.000 e até mais. E nisto não incluímos os valores praticados por freelancers. Porquê esta disparidade de preços?

Muitas vezes as empresas de webdesign assumem serviços e funcionalidades que podem, ou não, fazer sentido às necessidades de determinado cliente.

Veja o que a sua empresa efectivamente necessita, o que já tem, e passe essas informações à empresa a quem solicitou um orçamento:

  • o site é novo, feito de raiz, ou é o redesign de um site já existente?
  • já têm um documento preparado com todas as especificações que pretende para o site? Ou prefere que a empresa de webdesign lhe apresente sugestões e uma análise de solução?
  • precisa de apoio a fazer a manutenção da informação do site ou a sua empresa pode fazê-lo internamente?
  • já tem o design e a estrutura gráfica definida?
  • pretende suporte multimédia no website, como vídeos?
  • já tem todos os conteúdos estruturados para o website?
  • pretende que seja feita alguma comunicação aos seus clientes, como newsletters, ligação a Redes Sociais, etc?
  • pretende que o website tenha algumas funcionalidades adicionais? Como lojas online, catálogos, sistemas de CRM ou de recrutamento, de calendário, notícias, etc?
  • como está definida a manutenção técnica do website?

Estas questões é que vão fazer a diferença entre um website custar 500 ou 10.000 euros (ou mais). Veja se na proposta que recebeu tem estas questões definidas para saber ao certo o que está a comprar. Pergunte tudo o que tiver dúvidas: não se sinta intimidado por palavras demasiado técnicas ou confusas – se está num orçamento, tem de ser compreendido.

E depois de definido, ao certo, o que pretende já pode escolher qual a proposta mais adequada à sua empresa. Converse com a sua empresa de webdesign, veja o que é mais importante agora e o que pode ser adicionado no futuro. O importante é que quando tomar uma opção seja consciente do que está a adquirir, para poder ter o seu novo website pelo preço mais adequado possível.

 

Cristina Dias
Business Development @ Selmax

Peça uma cotação